Logo Pegaso Sociedad GnosticaSociedad Gnostica Samael Aun Weor

Quem é Samael Aun Weor?

Um pouco da história

Samael Aun Weor nasce na Colômbia em 06 de março de 1917, e desde muito jovem se interessa pelos aspectos transcendentais da existência e inicia uma busca profunda nas distintas escolas metafísicas existentes naquela época para poder encontrar respostas às eternas perguntas de sempre: De onde viemos? Por que estamos aqui? Para onde vamos? Quem somos? Qual é o significado da vida? Por que existimos? Para que vivemos? Então conhece a Doutrina Teosófica, o sistema de Gurdjieff, a tradição maçônica, a tradição Gnóstica-Rosacruz, os ocultistas de sua época. Estuda profundamente a Cabala e a Alquimia. Experimenta em si mesmo cada teoria para verificar sua realidade. Inicia então um caminho de autoconhecimento que o leva ao descobrimento das diferentes dimensões da natureza e dos grandes Mestres que nelas habitam. Ingressa no caminho iniciático e após ter superado as correspondentes provas esotéricas, descobre que tem uma missão muito especial, a de ser o mensageiro ou Avatára da nova era de Aquário.

E é através da Gnose eterna, a de hoje e de sempre, que nos chega a sua mensagem dos Três Fatores da Revolução da Consciência: o do Morrer psicológico, o do Nascer pela segunda vez através da alquimia sexual, e o do Sacrifício pela humanidade.

Transcorrendo o ano de 1948 quando, na Colômbia, se forma uma pequena organização que em pouco tempo adquire um caráter internacional. Neste contexto o Mestre escreve seus primeiros textos ou "Mensagens de Natal" (que serão mais de 60 ao longo de sua existência), para difundir uma sabedoria tão antiga como a vida: o conhecimento de si mesmo. Primeiramente verifica os conhecimentos adquiridos nas distintas escolas esotéricas através da Antropologia Psicanalítica e da meditação profunda e conforme vai confirmando internamente o ensinamento, reúne-se em torno dele um pequeno grupo de discípulos, que naturalmente se converteram na semente do movimento gnóstico contemporâneo.

Até a metade dos anos 50 abandona o país que o viu nascer, Colômbia e inicia uma difícil viagem através do Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, El Salvador, Guatemala…, atravessando com sua família toda aquela América Central. Assim chega ao lugar que se converterá em sua morada pelo resto de seus dias: México, onde finalizará a Grande Obra interior. Escreve as suas obras literárias uma atrás da outra, que hoje servem de guia ao Movimento Gnóstico Internacional. Realizando um grande número de conferencias públicas e privadas, que hoje se tem transcritas em diferentes idiomas. Com ele organizaram-se importantes congressos internacionais, sendo também convidado em distintas ocasiões a entrevistas de imprensa, rádio e TV, etc. E dirigindo um grande movimento gnóstico começa a estender sua mensagem gnóstica para os Estados Unidos e Canadá, e em 1975 chegaram pela primeira vez seus ensinamentos a Espanha, para difundir-se desde este país por toda a Europa, África, Ásia e Oceania.

Samael Aun Weor, depois da auto realização de seu Ser, abandona definitivamente seu corpo físico em 24 de dezembro de 1977 na Cidade do México. E no mesmo mês de dezembro, um 27, viverá sua ressurreição esotérica. Desde então continua guiando o movimento gnóstico desde as dimensões superiores da natureza.

Que estas palavras que seguem, sirvam para conhecer melhor a um Mestre espiritual, difícil de encaixar em qualquer esquema pessoal, razão pela qual sua obra universal se difunde hoje por todos os cinco continentes:

""Nós não queremos idólatras, nem nos interessam os seguidores. Nós somos postes de indicação, por isso não se apeguem a nós, porque nosso labor não é proselitista. Indicamos com pensamento lógico e conceito exato o caminho a seguir, para que cada um chegue até seu Mestre Interno, que mora em silêncio dentro de cada um de vocês.

Lhes informamos que a sabedoria pertence ao Intimo e que as Virtudes e os Dons não são assuntos de posses nem de fingida mansidão, senão que elas são realidades terríveis, que nos convertem em poderosos e gigantescos robles para que se lancem contra nossa forte personalidade os vendavais do pensamento; as ameaças dos tenebrosos; a inveja dos tiranos, e a injúria dos malvados.

Este ensinamento é para os rebeldes de todas as escolas; para os que não contemporizam com amos; para os inconformados de todas as crenças; para os que ainda possuem alguma hombridade e que possua em seu coração uma chispa de amor.

Não nos interessa o dinheiro de ninguém, nem nos entusiasmam as mensalidades, nem as aulas de ladrilho, cimento ou barro, porque somos assistentes conscientes da Catedral da Alma e sabemos que a Sabedoria é da Alma...

Não andamos em busca de seguidores, só queremos que cada um siga a si mesmo, a seu próprio Mestre Interno, a seu sagrado Íntimo, porque isto é a única coisa que pode salvar-nos e glorificar-nos...

Não queremos mais comédias, nem mais farsas, nem falsos misticismos e escolas falsas; agora queremos realidades viventes, preparar-nos para ver, ouvir e apalpar a realidade dessas verdades.

Empunhamos a Espada da Vontade para romper todas as cadeias do mundo e nos lançamos intrépidos a uma batalha terrível pela liberação, porque sabemos que a salvação está dentro do homem..."

Samael Aun Weor, Curso Zodiacal