Logo Pegaso Sociedad GnosticaBanner Sociedad Gnostica

Fases da meditação gnóstica

Asana

Asana é a postura do corpo físico. Existem distintas posturas para o exercício da meditação, tais como, por exemplo: posição de estrela de cinco pontas, posição do homem morto, postura de loto, de semi-loto, de siddhasana ou postura perfeita (que consiste em fechar em um círculo magnético o polegar com o índice, apoiando o dorso da mão sobre o joelho); de Vajrasana ou postura diamantina (tal e como se sentam os incas e os japoneses, com as mãos apoiadas no sobre as coxas e com o tronco do corpo descansando sobre os calcanhares), etc. O importante, indiferentemente de qualquer "Asana" ou postura que se adote, é manter reta a coluna vertebral.

Pranayama

Ciência do controle da respiração. "Prana" é a vida, produto este da força eletro-sexual. O Prana palpita em cada átomo, igual que em cada Sol. Prana é o ar vital. Yama: "Que se refere à perfeição da ética". O "Pranayama" é a arte de aprender a respirar.

Pratyara

"Pratiahara". Abstração dos sentidos. É aprender a subtrair a mente dos sentidos para dar passagem a Consciência. Sem dúvida, uma das regras do Pratyara é chegar ao invisível ou abstrato, por meio do visível ou concreto, o que de fato significa que devemos concentrar a atenção em um ponto conhecido normalmente pela Mente Sensorial e permanecer ali até ir conhecendo a natureza dual dos pensamentos e sentimentos, transcendendo logo essa luta dos opostos.

Dharana

Ao separar-nos da Mente Sensual surge espontaneamente a concentração, isto é, o estado de Dharana. O Dharana não é o resultado de um desejo empenhado. Dharana surge do fundo da Consciência como um mediador entre o absoluto e o relativo.

Dyana

"Dhiana" é Meditação. Nesse estado a Consciência tem a capacidade de conhecer em qualquer direção.

Shamadi

Um estado profundo da Meditação. Em tal estado a Consciência se dissolve como uma gota entre o Grande Oceano e participa da pluralidade do Universo.

Samael Aun Weor