Logo Pegaso Sociedad GnosticaSociedad Gnostica Samael Aun Weor

O que é a Antropologia Gnóstica?

Antropologia psicanalítica

A antropologia gnóstica é uma antropologia psicanalítica, e é mediante a "psicanalise intima" ou o estudo de si mesmo que o antropólogo gnóstica estuda a origem da vida e do homem. "Oh! Homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás o Universo e os Deuses (Frase Inscrita no templo de Delphos)".

"Sem uma prévia informação sobre a Antropologia Gnóstica seria algo mais que impossível o estudo rigoroso das diversas peças antropológicas das culturas asteca, tolteca, maia, egípcia, etc."

Campos de Investigação

A antropologia possui duas áreas de atuação: uma investiga a origem da vida através de suas teorias da evolução, das leis da hereditariedade, a escala do tempo geológico e as raças humanas, assim esta é a conhecida antropologia física. O outro aspecto se ocupa do homem, da cultura pré-histórica do velho e do novo mundo, da família, da sociedade, da religião, da magia, da arte e da linguagem, e esta é a conhecida antropologia cultural. Também encontramos uma grande variedade de ramos auxiliares que servem de complemento às anteriores.

Estando a antropologia submetida às observações e alterações das ciências experimentais, deu origem, através do tempo, aos diferentes tipos de antropologia, que muitas vezes se contradizem entre si.

O homem sob a perspectiva da Consciência

Ao longo deste processo de estudo do homem e suas origens é, em suma, o estudo do homem pelo próprio homem. Seus resultados sempre serão contraditórios, divergentes e nunca será possível chegar num resultado concreto. Para alcançar o conhecimento integral do objeto de estudo (o homem) dependemos de um instrumento que por si só é desconhecido: o próprio homem.

Se quisermos respostas concretas e definitivas sobre a origem da vida, do homem, das raças e sobre o sentido da existência, necessitamos de um estudo distinto: estudar ao homem a partir de uma perspectiva da consciência, o estudo de si mesmo e isto nos permitirá, ao mesmo tempo, conhecer a origem da vida e do universo. O homem é inseparável do universo, um está contido no outro.

Este axioma é e sempre será à base da filosofia. Por que seria diferente para a ciência? Com justa razão a ciência deveria mudar seus métodos agora que se encontra diante de um novo desafio: conhecer o universo do infinitamente pequeno, quer dizer, o regresso ao universo interior.

A nova antropologia

A nova antropologia é o estudo do homem através de si mesmo, utilizando as faculdades da ciência, que aguardam o momento de serem despertadas.

Graças à antropologia gnóstica podemos conhecer os arquétipos das distintas civilizações para poder chegar à fonte original do conhecimento, comum a todos os grupos étnicos, e a relação desta sabedoria com o homem y com o cosmos.

Este é o objetivo específico que se propõe a ASSOCIAÇÃO GNÓSTICA Samael Aun Weor: ensinar a didática e a dialética apropriadas para o estudo do homem e seu meio ambiente.